Dicas

Regras básicas para a jardinagem doméstica

Se você já tem tudo para começar o jardim ou se você já começou, então aqui estão as regras básicas que você precisa levar em conta para que as plantas possam crescer saudáveis e de boa qualidade. Algumas delas podem parecer-lhe senso comum, mas muitas vezes não são levadas em conta e acabam por arruinar as plantas.

Regras básicas que serão úteis para o jardim do loteamento

Planejamento antecipado

O planejamento é talvez o último parâmetro a ser considerado pelos horticultores. Mas levá-lo em conta desde o início pode ser uma forma de evitar o fracasso e não desanimar.

É necessário planejar mesmo que apenas algumas plantas sejam plantadas, pois cada uma requer algum cuidado para garantir um bom desenvolvimento. Cumprir o horário, organizar-se, podar, regar, fertilizar e dar-lhes tudo o que precisam. Se você é uma pessoa com pouco tempo, escolha plantas que requerem pouco cuidado.

Considere que algumas espécies irão morrer

Na maioria das vezes, quando um jardim falha, não é por falta de tempo ou cuidados, mas por causa do primeiro problema que ocorre (quando uma praga ataca, a planta seca, etc.). No início, é muito provável que algumas plantas sequem ou morram. Isto deve ser sempre levado em conta.

Observe o sol

Antes de plantar uma espécie, é necessário levar alguns dias para examinar o espaço que você planeja usar para colocar as plantas. No entanto, cada espécie precisa de uma certa quantidade de luz solar para crescer. Os legumes precisam de pelo menos 6 horas, enquanto outras espécies poderiam se dar bem com menos. Agora, se o seu espaço apanhar muito sol (mais de 10 horas), terá de esquecer os greens, pois eles serão queimados. Pelo contrário, se a maior parte do dia estiver sombreada, não haverá uma boa colheita de legumes, mas algumas plantas e flores de certas variedades o farão.

Alcançando um solo sustentável

Primeiro você tem que diferenciar se você tem um jardim ou se você só tem vasos. Se você tem um jardim, a qualidade do solo nem sempre é boa e você terá que trabalhá-lo durante o primeiro ano. Até se podia construir um jardim elevado e pôr-lhe terra.

Se você estiver plantando em um vaso, há vários aspectos a considerar. Um erro comum é usar a terra que vem nas mudas sem saber que dura apenas uma estação, porque não é muito fértil. Assim, há opções como substituí-lo todos os anos, plantando-o em adubo de boa qualidade, ou fazer uma mistura de solo e adubo.

Cada vaso tem o seu

Se você planta em vasos, precisará condicionar o solo. Para isso, lembre-se que esta forma de cultivo tem peculiaridades próprias, como boa drenagem, rega, limpeza, etc.

Ingestão de nutrientes

A luz solar e a rega são necessárias para a vida das plantas, uma vez que estas produzem os seus próprios alimentos. Entretanto, é necessário pensar no fertilizante que fará a diferença entre crescimento forte e frutífero e mera sobrevivência. No início, o solo recém-adquirido terá nutrientes, mas com o tempo diminuirá e será necessário condicioná-lo com a adição de novo adubo ou fertilizante.

Uma das melhores compras será uma máquina de compostagem, uma vez que lhe permitirá ter fertilizantes frescos, reduzindo ao mesmo tempo o impacto dos resíduos através da reciclagem da matéria orgânica.

Quantidade de água necessária

Todas as plantas precisam de água, mas em proporções diferentes. Alguns requerem uma boa quantidade de água, como os tomates, mas isto é constante. Outros, por outro lado, preferem que as suas folhas não se molhem, por isso devem ser regadas ao nível do solo. Se você não sabe como regá-los, é melhor ir a um especialista para explicar a ele ou ela, e evitar erros.

Reconhece pragas benéficas

Há insetos muito pequenos que são inimigos das plantas e é necessário mantê-los afastados. Mas há casos como abelhas e vermes que polinizam as plantas ou arejam o solo, sendo grandes amigos da natureza e pela lógica do jardim. Como se isso não fosse suficiente, os vermes são necessários no processo de compostagem a fim de acelerar a decomposição.

A joaninha gosta de comer afídeos, que são um parasita perigoso. Se você conseguir um bom arsenal, ele certamente será mais eficaz e menos prejudicial do que qualquer pesticida.

Usar espaços com suportes verticais

Outro problema comum em pequenos jardins é que eles tentam juntar as plantas, mas quando crescem, afogam-se uns aos outros. Uma das coisas que podem ser usadas em pequenos jardins são os suportes verticais onde se pode subir em plantas rastejantes como tomates ou pepinos e alface vegetal na base. A ideia principal é adaptar o seu jardim .

Poda

Quando as plantas prosperam, uma delas pode crescer em cima da outra e uma delas pode eventualmente morrer. Portanto, não há escolha a não ser cortar os caules mais fracos, caso contrário eles começarão a competir por luz, água e espaço. O melhor é equilibrar a planta.

Seja paciente

Algumas pessoas arruínam as colheitas tornando-se impacientes porque afogam as plantas com excesso de água, danificam-nas transplantando-as desnecessariamente, podam-nas quando ainda não estão prontas, ou retiram os frutos antes de estarem maduros. É melhor dar-lhes o tempo necessário e ser paciente.

Portanto, é preferível ter em conta estas dicas para obter um jardim de sucesso e para manter as plantas saudáveis e de boa qualidade.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Mira también
Cerrar