Dicas

Familias botanicals e SUAS Associações

A botânica define as famílias por seu órgão sexual: a flor e a fruta. Não tem nada a ver com a aparência das plantas, por mais que duas plantas se pareçam, elas não estão relacionadas se tiverem flores diferentes.
Cada família tem ou está relacionada à sua própria maneira com espécies de outra família e com as suas. Existem até famílias inimigas, que não podem estar juntas uma planta com outra, com poucas exceções.
.

.

Famílias botânicas e suas associações

Leguminosas

Ervilha, Grão de bico, Feijão ou Feijão, Fava, Lentilha, Alfafa, trevos, Amendoim ou Amendoim, Tremoço, Alfarrobeiras, Acácias, Ceibo, Espinillo cina-cina, Glicina, Retama, Vicia.
.
Caracteristicas
Eles formam nódulos nas raízes fornecendo substância orgânica formada com nitrogênio do ar. Plantas que melhoram os solos. Eles entregam nitrogênio.
.
Associação
Estão muito bem relacionados com gramíneas, curcubitáceas, umbelíferas e crucíferas. Eles não têm um bom relacionamento com liliaceae.
.
.

Crucífero

Couve-flor, Repolho, Brócolis, Nabo, Couve-rábano, Mostarda, Rabanete, Rabanete, Rábano, Acusai, Couve de Bruxelas, Agrião.
.
Caracteristicas
Eles dão flores com 4 pétalas em forma de cruz, nunca em forma de x. É por isso que vem o nome de família. Eles são homogêneos em termos de associações. Eles não consomem muito solo, luz e água. Eles servem muito em climas frios. Eles acumulam água em seus caules e folhas.
.
Associação
Se dá muito bem com Legumes
.
.

Solanaceae

Tomate, batata, pimentão ou pimentão, pimenta, berinjela, kiwi.
.
Caracteristicas
Com flores de cinco pontas, as folhas são venenosas. A maioria produz frutas comestíveis. As sementes se espalham pelo intestino de quem come seus frutos. No solo, eles deixam muitas substâncias tóxicas para eles e boas para outras famílias. São grandes consumidores de solo, água e luz, requerem calor, atenção, cuidado e solo ácido.
.
Associação    
Exceto por outras famílias, elas são muito diferentes umas das outras. Eles se dão mal um com o outro, exceto para tomates com pimenta ou pimenta.
.
.

Liliaceae

Alho, cebola, alho-poró, aspargos, babosa, chalota e cebolinha.
.
Caracteristicas
O nome vem do lírio. Suas flores são sinos de 6 pontas. Com exceção dos aspargos, apresentam baixo consumo de água, solo e luz. Eles são bons vizinhos um do outro. Eles são protetores de outras plantas.
.
Associação
Bem recebida por todas as famílias, principalmente com as umbelíferas e nem tanto com as leguminosas.
.
.

Composto

Alface, dente de leão, girassol, alcaucila ou alcachofra, cardos, bardana, camomila, piretro, tufo, crisântemo, absinto, calêndula, margaridas.
.
Caracteristicas
Suas flores são compostas por uma infinidade de florzinhas, cada uma com seus órgãos femininos e masculinos. Plantas protetoras, especialmente calêndula, crisântemo e pompadour. Eles repelem quase todas as pragas e atraem insetos polinizadores. Eles repelem nematóides protegendo assim as raízes de outras plantas.
.
Associação
Eles se associam muito bem com as chenopodiaceae e cucurbitáceas.
.
.

Cucurbits

Abóbora, Abóbora, Chall
te, Melancia, Melão, Pepino, Esponja Vegetal (Lufa).
.
Caracteristicas
Eles são grandes consumidores de calor, solo, água e luz. Eles exigem climas quentes, solo ácido e cuidado. Suas flores são tubos cônicos facetados de cinco pontas, algumas flores possuem apenas órgãos femininos, outras são masculinas.
.
Associação
Eles se associam muito bem com as chenopodiaceae e os compostos.
.
.

Umbelar

Cenoura, aipo, Peregil, Cilantro, Cicuta, Biznaga, erva-doce, pastinaga.
.
Caracteristicas
O nome vem da inflorescência em forma de guarda-chuva de flores brancas. Possuem baixo consumo de água e energia elétrica. Eles precisam de um clima frio, solo macio e bom. Não é que sejam consumidores de solo, mas se a terra não for fértil não se desenvolvem bem.
.
Associação
Plantas de poucos amigos, exceto a cenoura, dão-se mal com a maioria das outras famílias e com a sua própria, só convém cultivá-la com as mesmas espécies e com liliaceae. O mais taciturno é o funcho.
.
.

Lambe

Manjericão, Alecrim, Tomilho, Hortelã, Melissa, Sálvia, Lavanda.
.
Caracteristicas
São quase todos aromáticos. As flores são colunas de bocas abertas com a língua de fora. O nome vem dos lábios devido ao formato labial das flores. Eles são resistentes e protetores dos outros. Eles resistem ao frio (exceto manjericão) e ao calor, eles resistem a pragas, doenças e seca. Eles precisam de poucos cuidados e muito pouca rega. Quando gostam de um lugar, tornam-se invasivos sem prejudicar os que estão. A única coisa que os prejudica é o excesso de rega e umidade.
.
Associação
É a família mais sociável, exceto Romero, eles se dão bem com todos eles e entre si.
.
.

Chenopodiaceae

Acelga, espinafre, beterraba, beterraba rasteira, quinua simples, amaranto (quinua das terras altas é amaranto)
.
Caracteristicas
Eles são bons vizinhos e formam sociedades incríveis com as plantas mais distantes. Eles prosperam em qualquer terra, são baixos consumidores de tudo. Eles resistem à salinidade, seca, ervas daninhas e grama.
.
Associação
Não têm grandes inimigos, quando querem se associar com alguma planta que não conhecem as afinidades entre espinafre ou acelga, é quase certo que vai bem. Eles se dão muito bem com Cucurbits e Compositae.
.
.

Rosado

Rosa, Maçã, Pêssego, Framboesa, Amora, Pêra, Morango, Cereja, Ameixa, Nêspera, Rosa Mosqueta.
.
Caracteristicas
Eles são grandes consumidores de solo. Eles precisam de frio forte e calor forte, muito composto, poda especial e proteção. Eles precisam de muitos nutrientes menores, mas têm raízes superficiais. Exceto pela ameixeira, eles precisam de alcalino-terrosos
.
Associação
Eles são compatíveis com plantas de jardim. Eles precisam da proteção de Aspargos e Urtigas. Devem estar associados a plantas que aumentam os nutrientes, como dente de leão, confrei ou raiz-forte.
.

.

Gramíneas

Milho, Trigo, Cevada, Aveia, Centeio, Arroz, Painço, Sorgo, Cana-de-açúcar, Tacuara, Cana-de-Castela.
.
Caracteristicas
Eles dão picos, eles cruzam com e através do vento. Têm sementes voadoras, a maioria delas são invasivas, chegam com o vento e depois formam colônias por semente ou por rizoma, a irrigação com esgoto favorece, se ajudam.
.
Associação
Eles não se associam bem com legumes
.
.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Mira también
Cerrar