Problemas

Controle de insetos com SPINTOR (Spinosad)

Hoje, temos boas ferramentas para combater diferentes pragas de nossas lavouras. Com o advento da substância ativa Spinosad (Spintor), muitos problemas criados por tripes foram resolvidos.

Além disso, deve-se levar em consideração que este produto pode ser utilizado na agricultura orgânica, onde existem poucos produtos autorizados e funcionais para o tratamento de tripes.

Neste guia queremos esclarecer todas as dúvidas que possam surgir sobre o produto Spintor, bem como informações relevantes sobre seu uso, dosagem e principais culturas autorizadas.

Características do inseticida Spintor

Spintor 480SC é um inseticida cuja fabricação foi obtida naturalmente e sob uma única forma de ação, fato que lhe permite ter um perfil toxicológico e ambiental muito positivo.

Durante anos, mostrou boa eficácia contra Lepidoptera, Diptera, Thrips e Coleoptera. Atualmente é uma ferramenta essencial em cultivos ao ar livre e estufas contra diferentes pragas, especialmente contra Trips.

Existe um grande número de culturas que autorizaram o uso do Spintor, devido à sua alta eficiência e ao manejo integrado que pode ser realizado com o produto.

Origem e síntese de Spinosad

A origem deste material ativo é, como em muitos outros casos, curiosa e espontânea. Um cientista descobriu nas Ilhas Virgens, a ausência de mosquitos em uma destilaria abandonada. A partir daqui, começou a identificação de uma bactéria conhecida como  Saccharopolyspora spinosa .

A partir daqui, os especialistas da Dow AgroSciences conseguiram trazer ao mercado um inseticida natural baseado no ingrediente ativo Spinosad, obtido a partir da fermentação dessa bactéria do solo. O nome comercial do produto é Spintor.

Uso na agricultura orgânica

Tanto pela sua origem como pela forma como é obtido, Spintor está incluído no Anexo II do Regulamento Orgânico Europeu 2092/91/EC de 6 de maio de 2008. Portanto, pode ser usado na agricultura orgânica seguindo as recomendações de doses e culturas especificados na ficha técnica.

Dosagem e como usar Spintor

Alho

  • Pragas afetadas: tripes, lagartas, Drosophila
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 8 dias

Damasco

  • Pragas afetadas: lagartas, tripes
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

Alcachofra

  • Pragas afetadas: lagartas
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

Algodão

  • Pragas afetadas: lagartas
  • Dosagem: 100-150 cc/hl, máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

bagas

  • Pragas afetadas: tripes, lagartas, Drosophila
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

Beringela

  • Pragas afetadas: tripes
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

agrião

  • Pragas afetadas: lagartas, tripes
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

Brócolis

  • Pragas afetadas: lagartas
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,20 L/ha), máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

Abobrinha

  • Pragas afetadas: lagartas
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

Abóbora

  • Pragas afetadas: tripes, lagartas
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,20 L/ha), máximo 3 tratamentos contra tripes e 2 tratamentos contra lagartas.
  • Dose de caldo foliar:  800-1000 L/ha
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

cânones

  • Pragas afetadas: lagartas e tripes
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 1 tratamento.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

Cebola

  • Pragas afetadas: tripes
  • Dose: 0,2 L/ha, máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 8 dias
  • Aplicar por pulverização de trator.

Cebolinha

  • Pragas afetadas: besouros e lagartas
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,2 L/ha), máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 8 dias

cebolinha

  • Pragas afetadas: besouros e lagartas
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,2 L/ha), máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 8 dias

Árvore de cereja

  • Pragas afetadas: tripes, lagartas, Drosophila e mosca da cereja.
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 8 dias

chalota

  • Pragas afetadas: besouros e lagartas
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,2 L/ha), máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 8 dias

ameixa

  • Pragas afetadas: tripes, lagartas e Drosophila
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 8 dias

Couves de Bruxelas

  • Pragas afetadas: lagartas
  • Dose: 0,2 L/ha, máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 8 dias
  • Volume de caldo: 500-800 L/ha

Aplicar em estado vegetativo BBCH 30-59

Couve-flor

  • Pragas afetadas: lagartas
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,2 L/ha), máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7  dias

Endívia

  • Pragas afetadas: lagartas e tripes
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

Espinafre

  • Pragas afetadas: lagartas e tripes
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 1 tratamento
  • Volume de caldo:  1000-1250 L/ha

floral

  • Pragas afetadas: besouros, lagartas e tripes
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,2 L/ha), máximo 1 tratamento.
  • Volume da mistura:  500-100 L/ha contra besouros e 1000-1250 L/ha contra lagartas e tripes.

morango

  • Pragas afetadas: lagartas, tripes e Drosophila
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

Ervilhas verdes

  • Pragas afetadas: tripes e lagartas
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 1 tratamento.
  • Volume de caldo: 1000-1250 L/ha

Ervas aromáticas

  • Pragas afetadas: tripes e lagartas
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 1 tratamento.
  • Volume de caldo:  1000-1250 L/ha

Salsão

  • Pragas afetadas: tripes e lagartas
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 1 tratamento.
  • Volume de caldo:  1000-1250 L/ha

Mudas de legumes

  • Pragas afetadas: besouros
  • Dose: 0,2 L/ha, máximo 1 tratamento.
  • Volume de caldo:  500-1000 L/ha

judaico

  • Pragas afetadas: lagartas
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,2 L/ha), máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias
  • Volume de caldo:  800-1000 L/ha

Vagem

  • Pragas afetadas: lagartas e tripes
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

Alface

  • Pragas afetadas: lagartas e tripes
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

leguminosas

  • Pragas afetadas: aipo e gorgulhos
  • Dose: 0,2 L/ha, máximo 1 tratamento
  • Volume de caldo:  500-1000 L/ha

Milho

  • Pragas afetadas: lagartas
  • Dose: 0,2 L/ha, máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 10 dias
  • Volume de caldo:  800-1000 L/ha

Leia mais: pragas e doenças do milho .

Mais doce

  • Pragas afetadas: lagartas e brocas
  • Dosagem: 100-150 cc/hl, máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 14 dias

árvore de maçã

  • Pragas afetadas: carpocapsa
  • Dose: 25 cc/hl (dose máxima de 0,3 L/ha), máximo 1 tratamento.

Árvore de pêssego

  • Pragas afetadas: lagartas e tripes
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

Cantalupo

  • Pragas afetadas: tripes e lagartas
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,2 L/ha), máximo 3 tratamentos contra tripes e 2 tratamentos contra lagartas.
  • Intervalo entre aplicações: 7 dias

Trate antes ou depois da plena floração

marmeleiro

  • Pragas afetadas: lagartas e carpocapsa
  • Dose: 25 cc/hl (dose máxima de 0,2 L/ha), máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 14 dias

Aplique após a floração.

Mostarda

  • Pragas afetadas: tripes e lagartas
  • Dose:  20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 1 tratamento.
  • Volume de caldo:  1000-1250 L/ha

Nashi

  • Pragas afetadas: lagartas e carpocapsa
  • Dose: 25 cc/hl (dose máxima de 0,2 L/ha), máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações:  14 dias
  • Volume de caldo: 800 L/ha

Batata

  • Pragas afetadas: besouro
  • Dosagem: 5 0-75 cc/hl, máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações:  7 dias

Leia mais: pragas da batata .

Pepino

  • Pragas afetadas: tripes
  • Dose: 20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações: 7  dias

pereira

  • Pragas afetadas: carpocapsa
  • Dose: 25 cc/hl (dose máxima de 0,3 L/ha), máximo 1 tratamento.

Salsinha

  • Pragas afetadas: lagartas e tripes
  • Dose: 20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 1 tratamento.
  • Volume de caldo:  1000-1250 L/ha

Cerefólio

  • Pragas afetadas: tripes e lagartas
  • Dose: 20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 1 tratamento.
  • Volume de caldo:  1000-1250 L/ha

Pimentão

  • Pragas afetadas: tripes e lagartas
  • Dose: 20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre aplicações:  7 dias

bananeira

  • Pragas afetadas: tripes, lagartas e gorgulho da bananeira.
  • Dose: 20-25 cc/hl (dose máxima de 0,3 L/ha), máximo 1 tratamento.

alho-poró

  • Pragas afetadas: tripes e lagartas
  • Dose: 20-25 cc/hl (dose máxima de 0,25 L/ha), máximo 1 tratamento.
  • Volume de caldo: 500-1000 L/ha

Açúcar, mesa e beterraba sacarina

  • Pragas afetadas: lixus
  • Dose: 0,2 L/ha, máximo 1 tratamento.
  • Volume de caldo:  500-1000 L/ha

beterraba de mesa

  • Pragas afetadas: lixus
  • Dose: 0,2 L/ha, máximo 1 tratamento.
  • Volume de caldo:  500-1000 L/ha

Repolho

  • Pragas afetadas: lagartas
  • Dose: 0,2 L/ha, máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre as aplicações:  8 dias
  • Volume de caldo:  500-800 L/ha

Arbusto de rosas

  • Pragas afetadas: tripes, lagartas, Drosophila
  • Dosagem: 20-25 cc/hl, máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre as aplicações: 7  dias

Rúcula

  • Pragas afetadas: lagartas e tripes
  • Dosagem: 20-25 cc/hl, máximo 1 tratamento.
  • Volume de caldo: 1000-1250 L/ha

Melancia

  • Pragas afetadas: lagartas
  • Dosagem: 20-25 cc/hl, máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre as aplicações: 7  dias

Mais velho

  • Pragas afetadas: tripes, lagartas e Drosophila
  • Dosagem: 20-25 cc/hl, máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre as aplicações: 7  dias

Tomates

  • Pragas afetadas: lagartas, tripes
  • Dosagem: 20-25 cc/hl (máximo 0,25 L/ha), máximo 3 tratamentos.
  • Intervalo entre as aplicações: 7  dias

Leia mais: pragas de tomate .

Videira

  • Pragas afetadas: altica, pyral, traça da uva, tripes e besouro da mortalha.
  • Dosagem: 20-25 cc/hl (até 0,2 L/ha), máximo 2 tratamentos.
  • Intervalo entre as aplicações: 7  dias

isca giratória

A isca Spintor é uma concentração diluída de Spinosad 0,024%, usada, como o próprio nome sugere, como isca. É aplicado por meio de remendo em várias culturas para reduzir o volume da praga, neste caso Ceratite  ou mosca -das-frutas .

  • Culturas autorizadas para isca Spintor:  caqui, ameixa, citrinos, pêssego e azeitona.
  • Praga:  ceratite
  • Dose de aplicação:  1-1,5 L/ha
  • Modo de aplicação: realizar em aplicações de remendo (aplicação no solo, direcionando a pulverização para a parte mais alta da árvore orientada ao meio-dia, evitando molhar os frutos) no máximo 4 tratamentos por campanha com intervalos de 7-10 dias.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Mira también
Cerrar