Dicas

Vinca menor

Vinca menos origens e características

Pertence à família das apocináceas, é nativa da Europa e das regiões tropicais e é denominada vinca minor ou minor: hoje é conhecida sobretudo pelo nome de pervinca, termo que deriva do latim vincire e que indica a capacidade de vinca. suas hastes se agarram à terra. É uma planta herbácea e cresce espontaneamente na vegetação rasteira, forrando a terra: cada planta pode se expandir em largura até um metro, enquanto a altura geralmente nunca ultrapassa trinta centímetros. As folhas da vinca são ovais, não muito grandes e pontiagudas, de cor verde brilhante; as flores, por outro lado, são pequenas e de uma cor muito particular, uma tonalidade azul-violeta que deu nome a uma tonalidade, o azul pervinca. Cada flor tem cinco lóbulos com um ápice no centro;

Cultivo


Você não precisa de conhecimentos extensos de jardinagem para ser capaz de cultivar um belo espécime de vinca minor no seu jardim. Só saiba que esta é uma planta que precisa de luz e ar em todas as estações: no verão a temperatura não deve ultrapassar os 29 graus, enquanto no inverno não deve descer abaixo dos 16 graus. Se for cultivado em vasos, uma prática muito comum, no verão é melhor mudá-lo para um local ensolarado, para que se desenvolva bem: a luz, combinada com a quantidade certa de água, vai garantir um belo e duradouro floração. Normalmente a vinca é considerada uma planta anual, mas na realidade, se transportada em interior ou em estufa, pode sobreviver facilmente ao inverno, desde que receba um pouco de luz. A melhor época para plantar esta planta é entre setembro e março.

Cuidado e manutenção


A vinca minor deve ser cultivada sempre a pleno sol ou no máximo a mezzombra: o solo deve ser bem drenado, ligeiramente ácido mas também fértil. A melhor forma de prepará-lo é misturar folhas, terra e turfa. Se você cultivar em vasos, deve colocar cacos no fundo para evitar a estagnação da água e lembre-se sempre de trocar os vasos uma vez por ano, no final do inverno, escolhendo um vaso um pouco maior a cada vez. Do início da primavera ao início do outono, vinca minordeve ser regado regularmente, enquanto no inverno a irrigação deve se tornar mais esporádica. No período vegetativo, ou seja, o período de descanso do verão, o fertilizante deve ser administrado a cada duas semanas, escolhendo-se um produto rico em nitrogênio e fósforo, mas também em ferro e cobre, elementos que contribuem para fazê-lo crescer exuberantemente.

Poda


Vinca minor é uma planta rasteira ou de cobertura do solo, portanto tende a se expandir bastante, formando um verdadeiro tapete de grama e lindas flores. No final da floração, deve-se podar, eliminando as partes danificadas ou secas e encurtando todos os caules até que fiquem com cerca de 10 centímetros de comprimento. Se a caramujo for cultivada em vasos ou cestos suspensos, é melhor podá-la cortando apenas as pontas dos caules; antes de prosseguir com a poda, certifique-se sempre de usar ferramentas desinfetadas, caso contrário, corre-se o risco de espalhar infecções fúngicas na planta. A Vinca é freqüentemente vítima de cochonilhas, que criam manchas amarelas nas folhas, ou ácaros, que deformam as folhas. Em ambos os casos é aconselhável utilizar produtos específicos para resolver definitivamente o problema.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.