Dicas

Poda de pereira

Período e características da poda de pera

A pereira é uma das árvores de fruto mais conhecidas da nossa península e, como toda a gente, necessita de podas especiais para melhorar a qualidade e a quantidade dos frutos produzidos. Para fazer uma boa poda, porém, é bom conhecer suas principais características. A pereira tende a se desenvolver verticalmente e a produção de seus frutos concentra-se principalmente nos ramos jovens, ou seja, aqueles entre dois e três anos de idade. A poda, portanto, tende a proteger esses ramos jovens como férteis e a eliminar os mais velhos como estéreis e improdutivos. Outra característica a ter em conta durante a fase de poda , no entanto, é o seu crescimento exuberante e desordenado que, além de arruinar a sua estética, permite que pouca luz e ar penetrem na folhagem.

Treino ou poda de criação


Nos primeiros dois anos de vida da planta é necessária a realização de uma poda de treinamento, também chamada de melhoramento. Se a planta for sã e rigorosa, basta ralar um pouco a folhagem para permitir que o ar e a luz necessários penetrem nela; ramos secos e danificados devem ser totalmente eliminados. A poda reprodutiva dá uma forma precisa à copa da árvore. Dentre as principais e mais comumente praticadas, lembramos a forma de fuso, onde a planta tem um tronco principal do qual cinco ou seis ramos laterais se ramificam e dão uma tendência harmoniosa e composta à árvore; o formato de palmeta confere à árvore uma estrutura de parede com copa muito larga e achatada; finalmente o formato de eixo duplo que é semelhante ao da palmeta.

Como e quando realizar a poda de produção


A poda da produção de pera deve ser feita principalmente para renovar os ramos dos frutos. O período mais adequado é durante o recomeço vegetativo, ou seja, quando os botões da madeira ainda não se abriram. A poda de produção é realizada a partir do segundo ano de idade. Os novos ramos crescidos sobre os antigos devem ser eliminados porque são improdutivos, enquanto os que crescem perto do tronco principal devem ser deixados porque, recebendo a seiva da haste, se tornarão produtivos. Com esta fase de poda tendemos a melhorar o tamanho dos frutos produzidos nos anos seguintes. Mesmo na fase de poda de produção, existe uma tendência de se preservar a forma dada à árvore durante o adestramento ou poda de melhoramento.

Poda de pereira: outras precauções


Se a pereira atingiu um bom nível de vigor e a poda correta foi realizada ao longo dos anos, nenhuma grande renovação é necessária. Na verdade, estes não requerem cortes fortes, pelo contrário, um ramo poderoso pode induzir a planta a produzir grande quantidade de vegetação. Em plantas com baixo vigor, por outro lado, é necessária uma poda mais forte para permitir uma maior produção de ramos frutíferos. Na verdade, nesses casos, 30-40% dos botões de flores são eliminados. Tal como acontece com todas as árvores frutíferas, os tratamentos preventivos também são necessários para a pereira para evitar o desenvolvimento de doenças durante o período de inverno e após a floração. Além disso, é importante preservar a fertilidade do solo para permitir uma boa frutificação.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Mira también
Cerrar