Dicas

Plumbago (Plumbago auriculata)

Plumbago

A escolha das plantas com que vai decorar o seu jardim ou casa deve ser feita tendo em conta vários fatores: por um lado será necessário ter em consideração as necessidades das plantas e o que pode ser oferecido em termos de espaço e ambiente. Em segundo lugar, gostos pessoais ligados à estética não devem ser ofuscados: o olho também quer sua parte e as plantas podem ser as melhores aliadas para a decoração. O encanamentoé uma trepadeira que se adapta bem ao gosto de quem prefere as plantas mais delicadas e românticas: o lilás claro das flores, que crescem em abundantes inflorescências esféricas, pode decorar sem ser muito invasivo. Isto também se deve ao tamanho desta planta, que pode ser mantida sob controle através de uma cuidadosa poda de outono.

Cultivo


Por ser uma planta de origem africana, o plumbagoé mais frequentemente cultivada em locais abrigados, a fim de preservar a planta dos invernos mais rigorosos. O cabo requer portanto uma posição abrigada, mas também, ao mesmo tempo, luminosa e com possibilidade de receber iluminação direta. No verão esta exposição irá favorecer a necessidade de regas regulares, para nunca deixar o solo completamente seco, enquanto no inverno estas plantas entrarão em repouso vegetativo e necessitarão de menos água para se manterem saudáveis. Em qualquer caso, deve-se evitar a estagnação da água, que pode causar o apodrecimento das raízes, enquanto uma poda de outono decisiva é útil para fortalecer a planta e dar-lhe uma melhor aparência, mas também uma maior resistência contra parasitas e doenças fúngicas.

Plumbaggine (Plumbago auriculata): doenças e parasitas


O Plumbago é uma planta resistente: apesar das suas origens africanas, consegue adaptar-se aos climas europeus, desde que a própria planta não seja exposta a ventos excessivos ou temperaturas muito baixas. No entanto, o calcanhar de Aquiles do plumbago está no risco de contágio de parasitas como pulgões e cochonilhas. A sua presença pode ser identificada pela observação das folhas, nas quais aparecerão pequenos pontos espalhados nas páginas. Em caso de infestação é necessário intervir com produtos específicos e certificar-se de que os parasitas sejam totalmente erradicados, para evitar o risco de que a propagação se reinicie, subtraindo energia da planta e enfraquecendo-a. Se ao invés o

  • plumbago auriculata

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Mira también
Cerrar