Dicas

Móveis de exterior

Crie um espaço agradável e funcional

O jardim e os espaços exteriores não constituem apenas uma agradável moldura da casa, mas são parte integrante dela: podem ser transformados em locais a serem plenamente explorados e vivenciados, tão acolhedores como as divisões interiores da casa. Tanto o aspecto estético como o ligado à praticidade podem coexistir facilmente, graças a uma composição cuidada do espaço que permite que cada superfície externa se destaque plenamente. Decorar ambientes externos é, portanto, uma operação delicada e importante como a que envolve ambientes internos: identificar o estilo certo e a disposição certa dos elementos pode garantir uma diferença notável e um melhor aprimoramento geral. Para mobiliar o espaço ao ar livre, é essencial primeiro considerar o a utilização que deseja fazer, compatível com o tamanho da área disponível: desta forma, você pode decidir inicialmente se deseja criar um salão de jardim ou antes um espaço dedicado a cozinhar ao ar livre e jantar com os amigos. Dependendo da funcionalidade necessária, você pode estudar a combinação mais elegante de elementos de decoração adequados para o seu espaço verde.

Os materiais


Ainda mais do que para móveis domésticos, a escolha de materiais para móveis de jardim é muito importante para ambientes externos. À questão mais simples de estilo somam-se, de fato, as características do material, que podem exigir mais ou menos cuidados. Dependendo se você tem uma área coberta ou totalmente exposta, você também deve avaliar se o mobiliário que deseja adquirir é feito com um material que garanta máxima resistência e excelente conservação mesmo em caso de exposição prolongada à chuva e aos agentes atmosféricos . Os materiais também influenciam do ponto de vista estético: se quiser um jardim que pareça o mais natural possível, é melhor focar nos vários tipos de madeira disponíveis, embora se o estilo for moderno e essencial também o alumínio ou ferro podem ser soluções ótimas. Além disso, nada o impede de misturar estilos e materiais, prestando atenção para não criar um ambiente excessivamente caótico e desarmônico.

A definição de estilo


Para mobiliar ambientes externos, você pode precisar projetar todo o espaço do zero ou reinventá-lo e renová-lo adicionando e substituindo apenas uma parte da mobília existente. Em ambos os casos, a abordagem pode variar, mas ainda existem alguns elementos principais a ter em consideração: em primeiro lugar, a avaliação cuidadosa dos espaços disponíveis, para criar uma área funcional que possa aproveitar ao máximo a área disponível. Para um resultado ainda mais agradável e impactante, o estilo do mobiliário de exterior deve refletir o de todo o ambiente: um jardim zen será realçado pelo mobiliário étnico, enquanto um jardim florido cultivado com um estilo clássico se adapta bem a um mais tradicional.

A disposição da mobília ao ar livre

A disposição dos móveis de exterior deve, portanto, levar em consideração a qualidade e as características dos elementos individuais de decoração, de modo que sua localização no jardim possa valorizá-los ainda mais e torná-los perfeitamente funcionais e adequados ao espaço em que estão inseridos. Os elementos de mobiliário devem ser capazes de oferecer o máximo de conforto sem criar desordem no espaço aberto: por isso é necessário avaliar a disposição com muito cuidado, em particular se as dimensões do jardim ou terraço são pequenas e se pretende organizar o mobiliário elementos que são difíceis de mudar. Ao colocar móveis de jardim ao ar livre, é necessário ter em mente as características dos materiais: nem todas as pessoas podem sofrer constante exposição à chuva ou ao mau tempo sem sofrer danos. Discurso semelhante também para os acessórios de decoração: se quiser decorar o espaço com almofadas e cortinas de vários tamanhos, deve-se lembrar que se não forem usados, serão guardados em local abrigado, para evitar que as chuvas repentinas os estraguem. A disposição das espreguiçadeiras ou mesas também deve levar em conta a direção do sol, para tornar a sala o mais acolhedora possível nos horários de maior uso, talvez com o auxílio de cortinas ou gazebos que possam criar a área de sombra ideal para o Jardim.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *