Dicas

Morangos escalando

Uma planta ornamental cheia de frutas saborosas

Morangos trepadeiras são uma variedade de plantas que podem ser cultivadas tanto em campo aberto quanto em vasos. Por isso, também são adequadas para o cultivo no terraço ou varanda, onde libertam toda a sua beleza como plantas ornamentais. Embora sejam definidos como escaladores, eles não possuem elementos próprios que os permitam escalar de forma independente. As plantas necessitam da intervenção do homem que deverá orientá-las sobre suportes especiais e amarrá-las, para que se desenvolvam correctamente em altura. Uma bengala comum, uma treliça ou uma rede serão muito úteis para permitir a escalada dos morangospara atingir rapidamente até um metro e meio de altura. Alternativamente, eles podem ser plantados em um recipiente suspenso, onde os brotos ficarão com uma aparência caída. Em qualquer caso, o solo deve ser leve e bem drenado, pois a planta requer regas frequentes na base no verão, mas teme a estagnação da água que pode causar apodrecimento das raízes. O solo deve estar sempre úmido, mas nunca encharcado.

Da semeadura à colheita


Para obter plantas saudáveis ​​e exuberantes é necessário começar cuidando do solo. Deve ser macio, bem drenado e particularmente rico em substâncias orgânicas. Os elementos nutricionais do solo serão posteriormente integrados regularmente, para compensar a quantidade de substâncias que é absorvida pela planta ao longo do tempo. Essa necessidade é ainda mais sentida para os espécimes que são cultivados em vasos. Antes de plantar as mudas de morango trepadeiraé aconselhável realizar uma rica fertilização do solo com estrume maduro. No caso de cultivo de morangos trepadeiras em vasos, é aconselhável repetir a operação no outono, acrescentando esterco maduro na base das plantas. No início da primavera, para otimizar a colheita, basta adicionar à água, uma vez por mês, fertilizante líquido à base de potássio e fósforo, ou um fertilizante granulado de liberação lenta misturado com cinzas na base da planta.

Características da planta


A multiplicação das plantas trepadeiras de morangueiro ocorre principalmente por divisão dos tufos. Esta técnica permite manter inalteradas as características genéticas das plantas originais. A divisão dos tufos é feita no final do inverno, quando as plantas se preparam para o novo período vegetativo. Nesse período também é bom retirar os galhos danificados pelas geadas, folhas secas e galhos quebrados. Durante os meses mais frios é aconselhável proteger a massa das raízes das plantas com uma boa cobertura morta à base de palha ou tecido não tecido. Na primavera as plantas ficam repletas de delicadas flores brancas, que se transformarão em saborosos frutos no período de maio a setembro. A colheita do morango deverá ser feita manualmente.

Morangos trepadeiras: doenças e pragas


Comparadas à variedade comum de morangueiro rastejante, as trepadeiras têm menos chance de serem atacadas por doenças e parasitas, devido à falta de contato dos brotos com o solo úmido. Mesmo a melhor exposição à luz previne muitas doenças. No entanto, escalar morangos pode ser atacado por doenças fúngicas. Os mais temidos são o branco podre e a ferrugem, caracterizados pela cor típica que as folhas assumem nesta ocasião. A presença de pulgões também pode causar danos à planta. A intervenção com fungicidas não é recomendada, pois as substâncias nelas contidas também envolveriam os frutos. A melhor defesa contra essas doenças é uma prática de cultivo correta.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.