Dicas

Árvores para jardim

A tília: árvores para o jardim

A tília encontra-se muito difundida na Europa desde a antiguidade e pode crescer consideravelmente em qualquer tipo de solo, sendo a reprodução que se dá principalmente através da utilização de sementes. São árvores capazes de viver até duzentos anos, embora em alguns casos também se fale de espécimes que viveram mais. Exploradas sobretudo como plantas ornamentais, as tílias formam sugestivos telhados arborizados para avenidas e ruas, com resultados de grande efeito decorativo. A sua folhagem desenvolve-se sobretudo na vertical, enquanto o tronco consegue dar uma madeira branca, leve e de grão fino, utilizada principalmente em obras escultóricas. Muito úteis, especialmente do ponto de vista médico, são as flores que a árvore produz e em particular o óleo de tília,

A castanha


O castanheiro é uma árvore muito grande, podendo atingir até trinta metros de altura. O caule é ereto com casca marrom-avermelhada (lisa, se a planta for muito jovem, enrugada nos exemplares mais velhos). A sua folhagem é bastante larga e muito ramificada; tem folhas grandes, serrilhadas e brilhantes; a sua área de distribuição é muito vasta, mas sempre relativa a regiões de clima temperado: verões bastante quentes são de facto necessários para garantir o amadurecimento dos seus frutos. Existem vários tipos, mas os mais famosos são a castanha selvagem, utilizada sobretudo para o fabrico de madeira para mobiliário e a castanha, que pode produzir frutos bastante grandes, arredondados e de excelente sabor.

O vidoeiro


A bétula propriamente dita, ou bétula branca, é a chamada bétula pendular (também chamada verrucosa) e é um espécime que vive principalmente em áreas montanhosas, podendo atingir vinte, vinte e cinco metros de altura. O tronco é bastante fino, enquanto os ramos apresentam, na maioria dos casos, pequenas folhas triangulares ou romboides. A madeira, muito utilizada nas indústrias de compensados ​​e calefação, é branca e bastante clara, o que a torna inadequada para a fabricação de móveis. Muito útil também do ponto de vista médico (devido às suas propriedades diuréticas) e higiênicas, a bétula produz o chamado ‘alcatrão de bétula’, capaz de realizar funções desinfetantes e antiparasitárias.

Árvores para o jardim: o freixo


O freixo pertence à subcategoria de Oleaceae, que por sua vez se enquadra no contexto de árvores de folha larga; é capaz de resistir até a temperaturas bastante baixas, mas prefere as zonas temperadas do hemisfério norte. Uma das suas características peculiares é, sem dúvida, o rápido processo de crescimento, que lhe permite voltar a desenvolver-se após a ‘poda’. O tronco é bastante espesso e de cor castanha clara; devido à sua resistência, é frequentemente utilizado também na produção de móveis e acessórios de decoração. Como a bétula, a cinza também tem excelentes propriedades médicas; na fitoterapia, de fato, é possível comprar infusões à base de folhas da árvore, como um remédio útil contra cascalho e cólica renal.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Mira también
Cerrar