Dicas

Sagittaria latifolia

Sagittaria latifolia

Pode-se pensar que, para decorar um corpo d’água, as plantas disponíveis são poucas ou, em todo o caso, pouco decorativas: aproximando-se deste mundo surpreende-se em vez da variedade existente e das possibilidades de tornar o seu lago artificial ainda mais semelhante. a um produto da natureza. Entre as plantas mais fascinantes e, ao mesmo tempo, fáceis de cultivar, está a sagittaria latifolia, que, graças à combinação perfeita dessas duas características, tem uma difusão quase mundial. A sagittaria latifolia é caracterizada pela presença de pequenas flores brancas compostas por três pétalas, que decoram as folhas longas com uma sugestiva forma de flecha, da qual a planta leva o seu nome. A ponta da flecha atinge um ‘

Cultivo


Particularmente adequada para cultivo em solo argiloso, a sagittaria latifolia é uma planta que requer grande presença de umidade no solo e no ambiente hospedeiro. Porém, é uma planta resistente, que além das necessidades relacionadas à presença de água consegue se adaptar muito bem aos mais diversos ambientes, resistindo até mesmo a baixas temperaturas. Para favorecer o seu crescimento e floração, é preferível privilegiar as posições ensolaradas, mesmo que o crescimento da planta não seja impedido pela presença de sombra constante. Neste caso, porém, será melhor levar em consideração uma floração não muito abundante. De resto, a planta não necessita de podas e cuidados excessivos: bastará monitorizar periodicamente o seu estado de saúde e crescimento,

Doenças e parasitas


Apesar de ser uma planta decididamente rústica, a sagittaria latifolia pode enfrentar a propagação de doenças fúngicas, ligadas ao fato de o ambiente ser extremamente úmido e, portanto, particularmente adequado para a propagação deste tipo de organismos. No caso de infestação de fungos é importante intervir o mais rápido possível utilizando um produto adequado às características da planta e que seja capaz de erradicar completamente a infestação. Os fungos têm maior probabilidade de se desenvolverem se o ambiente, além de úmido, também não for muito claro: para evitar riscos é possível usar periodicamente, e principalmente com a chegada do verão, um antifúngico de amplo espectro que oferece a planta. toda a proteção necessária.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Mira también
Cerrar