Dicas

Oliveira

A oliveira

A oliveira cresce naturalmente no nosso país e especialmente no sul da Itália: é uma árvore que não ultrapassa os 6-8 m de altura e tem uma vida muito longa que, em condições climáticas favoráveis, pode viver mais de mil anos. . O tronco é atarracado, retorcido e nodoso; a madeira da casca é pesada e um tanto dura; os ramos estão espalhados e formam uma copa decomposta; as folhas são lanceoladas e pequenas, coriáceas, perenifólias, sendo a parte superior verde-acinzentada e a inferior mais clara. As flores são hermafroditas, de cor branca ou esverdeada, que florescem nos ramos mais novos de uma série de inflorescências («mignole»); os frutos são diminutas drupas ovais («azeitonas»), pesando de 1 a 6 gramas (dependendo do método e da área de cultivo),

Cultivo de oliveira


A oliveira é perfeitamente adequada para ser cultivada na maior parte da Itália, especialmente em áreas com clima ameno, porque dificilmente tolera temperaturas abaixo de -10 ° C. Desenvolve-se melhor se plantada em solos pedregosos, mas bem drenados e não requer muito profundidade solos. Durante os meses de inverno a oliveira encontra-se em fase de repouso vegetativo e por isso não necessita de ser regada. Os primeiros rebentos aparecem geralmente no final do inverno e as azeitonas começam a formar-se já na primavera. No verão, porém, o desenvolvimento das azeitonas pára e o caroço começa a endurecer. São produzidos nos ramos do ano anterior e, por isso, é necessário realizar uma poda correta que pode favorecer uma produção constante dos frutos ao longo dos anos. Por ser uma planta de vida longa, a

Todos os benefícios da oliveira


No início do século XX, o interesse pela oliveira levou muitos estudiosos a pesquisar cuidadosamente todas as suas propriedades benéficas, vindo a descobrir todos os seus segredos. Verificou-se que a Oliveira contém, entre as moléculas mais importantes, uma elevada concentração de Hidroxitirosol. Este é um polifenol natural envolvido na inibição da oxidação celular e muito útil no combate ao desenvolvimento precoce de doenças neurodegenerativas e do envelhecimento (artrite, problemas cardiovasculares, aterosclerose). Além disso, a oliveira possui muitos outros princípios saudáveis, entre os quais: tem elevada ação hipotensora, ou seja, é capaz de reduzir a pressão arterial; promove a redução dos níveis de cobre no sangue; possui substâncias anti-radicais livres; e, finalmente, a oleuropeína, contida em suas folhas, é um antitumoral válido.

Oliveira: a oliveira na história


A história da oliveira está profundamente ligada à da humanidade e, desde a antiguidade, a oliveira foi adoptada como símbolo de sacralidade e espiritualidade. Na Bíblia, por exemplo, há mais de setenta citações a respeito dessa planta, começando com o episódio em que uma pomba traz um ramo de oliveira a Noé para indicar o fim do dilúvio. Na tradição cristã, o azeite tem sido usado durante séculos para a celebração da Confirmação, ordenação sacerdotal e Extrema Unção, uma vez que o óleo desta planta é o emblema da paz e do renascimento. Na Grécia antiga, os vencedores costumavam receber um galheteiro de azeite e uma coroa de azeitonas; Além disso, a oliveira era sagrada para a deusa Atenas; e os antigos romanos usavam ramos de oliveira entrelaçados para fazer coroas com as quais recompensar os mais bravos.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.