Dicas

Mesas ao ar livre

Mesas externas em madeira

A escolha das mesas de exterior depende naturalmente do uso a que se destinam. No entanto, independentemente da forma, estilo e tamanho, é preciso pensar no material com que foram feitos. Deve ser resistente aos agentes atmosféricos, como água e raios solares, e deve permitir fácil manutenção. De todos os materiais disponíveis, a madeira é sem dúvida o mais versátil e adequado para móveis de jardim. A madeira utilizada nas mesas ao ar livre costuma ser tratada com tintas que a tornam impermeável e inatacável por bactérias ou insetos, como mariposas. Entre as madeiras mais utilizadas encontramos a teca, muito dura e preciosa, assim como o mogno, ou espécies tropicais mais leves como a banana. As mesas de madeira ao ar livre representam, sem dúvida, uma escolha valiosa.

Mesas externas em metal


A escolha de decorar o exterior com mesas de metal continua muito popular. Isso se deve ao fato de se adaptarem facilmente aos mais variados estilos e ambientes, além de serem bastante sólidos. Outra característica que os torna muito versáteis é o fato de que o metal, geralmente o ferro, pode ser trabalhado de várias maneiras e ser facilmente combinado com outros materiais como madeira e cerâmica. No que diz respeito à manutenção, é imprescindível que sejam tratados com antiferrugem, enquanto para a limpeza será necessário ter um pano macio e um detergente muito delicado. Se a mesa era feita de ferro forjado de vez em quando, também é recomendável polir com petróleo. Entre os vários tipos de mesas de jardim existentes no mercado em metal,

Mesas externas de plástico


A ideia de comprar uma mesa de jardim feita de um material barato como o plástico pode parecer uma solução alternativa à primeira vista. Na realidade, esta escolha pode ter vantagens, também pelo facto de hoje se fabricarem mesas de exterior em plástico de excelente qualidade e design. Dito isto, a mesa de plástico para jardim representa a solução mais económica e ao mesmo tempo confortável e versátil. Outra vantagem é dada pela leveza do material, facilitando a movimentação da mesa. Mesmo do ponto de vista da manutenção estas mesas não criam problemas particulares: é necessário ter cuidado se ficarem muito tempo expostas ao sol, pois podem descolorir ligeiramente, embora a limpeza nem sempre seja fácil. portanto, é importante que muita sujeira não se acumule durante meses de inatividade. Outra pequena desvantagem é que, por serem leves, podem ser facilmente arrastados por ventos fortes.

Mesas externas de rattan


Nos últimos anos, no Ocidente, um material natural derivado da madeira, o rattan, tornou-se muito popular para a produção de móveis de jardim. O rattan é obtido a partir do entrelaçamento de fibras de bambu ou outras plantas tropicais de rápido crescimento, como a palmeira, dando origem a um mobiliário de exterior bonito, leve e original. Se bem trabalhados, eles serão muito resistentes às intempéries, especialmente se a cana de bambu montada em pedaços for preferida ao processo de tecelagem típico. O rattan sintético também está se difundindo cada vez mais no mercado, que combina o efeito estético da madeira com a resistência do plástico, evitando assim aqueles pequenos trabalhos de manutenção que um material natural inevitavelmente exige. Por fim, a leveza do material torna essas mesas externas fáceis de transportar,

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Mira también
Cerrar