Dicas

Luzes de jardim

Luzes da rua para o jardim

Entre as luminárias mais utilizadas para jardins existem certamente os postes de luz, disponíveis em diversos materiais, modelos e tamanhos. Entre as mais graciosas estão as de ferro forjado, com a inserção de pequenos painéis de vidro para proteger a lâmpada: podem ser montadas em postes ou suspensas, amarradas a ganchos especiais, e podem criar uma atmosfera muito particular, quase de outras épocas. Também muito populares são as tradicionais lanternas esféricas, com iluminação mais forte e decisiva, ou mesmo os postes verticais mais simples e essenciais, montados no solo, com a fonte luminosa na parte superior, úteis para delimitar caminhos ou criar caminhos. A escolha económica é realmente muito ampla: vão desde soluções económicas a partir de 20 euros até postes de luz maiores e mais complexos, mesmo a partir de 150 euros.

Luzes led de jardim


As lâmpadas LED têm, em primeiro lugar, a vantagem de serem muito versáteis e económicas; em princípio, eles não fornecem uma iluminação particularmente forte: eles são, portanto, perfeitos para criar ambientes relaxantes e suaves. Pequenas lâmpadas LED podem ser montadas meio escondidas entre flores e arbustos, de forma a realçar a vegetação do nosso jardim de uma forma sugestiva: existem vários modelos e cores no mercado, a combinar com as cores das nossas flores, de modo a para criar jogos cromáticos fascinantes. Entre as fontes de iluminação LED encontram-se também os práticos focos “marcadores de caminho”: devem ser montados no solo, com a luz a difundir-se de baixo para cima, e são muito úteis para criar caminhos iluminados no jardim que nos acompanham agradavelmente ou aos nossos visitantes.

Lanternas e velas


Para criar uma atmosfera sugestiva e quase mágica em nosso jardim, basta colocar lanternas e velas nos lugares certos, que podem ser adquiridos a preços razoáveis ​​em muitas soluções imaginativas; os mais criativos podem até experimentar as criações DIY; a web está neste campo repleta de sugestões e propostas: você pode usar materiais reciclados, como potes vazios para recortar formas e inserir pequenas luzes. Uma espécie de jardim que hoje se difunde cada vez mais é o Zen, que remete aos ambientes exóticos do Extremo Oriente, próprios para descanso e meditação: as lanternas japonesas são ideais para decorar este tipo de ambiente. As velas tradicionais e atemporais dão uma iluminação delicada e difusa: entre as perfumadas, as velas de lavanda e capim-limão,

Iluminação de jardim movida a energia solar


As lâmpadas de jardim movidas a energia solar são económicas e acima de tudo ecológicas: se pensarmos apenas em poupar energia, percebemos que se trata de um sistema de iluminação particularmente vantajoso, que experimenta uma difusão cada vez maior; existem muitos modelos de lâmpadas de jardim movidas a energia solar no mercado: de grandes lâmpadas de rua a refletores menores. No posicionamento dessas fontes de luz, no entanto, é necessário seguir alguns pequenos cuidados indispensáveis: devem ser escolhidos os pontos do jardim onde a luz do sol chega durante a maior parte do dia (caso contrário, a iluminação noturna teria de fato uma autonomia muito limitada); além disso, mesmo que pareça óbvio, deve-se considerar que o funcionamento dessas lâmpadas depende muito das condições meteorológicas: em caso de mau tempo não absorvem energia solar suficiente, consequentemente não acendem à noite; portanto, para que a luz noturna seja sempre garantida, convém combiná-las com fontes de luz mais tradicionais.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *