Dicas

Flores para casamento em setembro

La Calla: para um bouquet simples e requintado

O termo «calla» tem origem no grego «kallos» (belo) e desde os tempos antigos era considerado um símbolo de nobreza e requinte. O calla é a típica flor da noiva não só pelo seu indiscutível charme, mas também porque, na linguagem das flores, assume belos significados como: pureza, modéstia, sinceridade, beleza e inocência. O calla é uma planta nativa das regiões pantanosas do norte da África, onde se desenvolve espontaneamente. Na segunda metade do século XVIII foi importada para a Europa e na Itália foi cultivada sobretudo na Ligúria, como flor de corte, para criar esplêndidos buquês de flores. O calla tem caule longo, que pode chegar a atingir 50 cm de comprimento, e flores em forma de funil (geralmente brancas), com a página superior ligeiramente voltada para cima.

La Dahlia: a flor dos amantes


A Dahlia é nativa do México, onde os astecas se alimentavam do tubérculo dessa planta. Seu processo de exportação para a Europa ocorreu na década de 1700 e não foi nada simples porque os bulbos da fábrica são muito sensíveis às mudanças climáticas. A flor é caracterizada por uma série de inflorescências («cabeças de flores») de cores vivas, com muitos tons particulares e pétalas bicolores ou mosqueadas; o caule é bastante longo e reto; suas folhas são muito grandes e de cor verde intensa, com bordas serrilhadas ou lisas. O período de floração da Dália geralmente começa em julho e continua até o início do outono. É considerada por muitos como uma das flores mais bonitas e é muito adequada como elemento decorativo para buquês e todas as decorações florais. Dê uma Dahlia como um presente,

Jasmine para um casamento feliz


O jasmim é uma espécie de planta típica do mês de setembro e é bem adequado como elemento decorativo para buquês, arcos de flores e qualquer outro tipo de decoração de casamento. As flores de jasmim são trepadeiras, pequenas e de cor branca ou amarela, embora existam algumas variedades com estrias rosadas. A principal característica desta planta é, sem dúvida, o perfume que emana das suas delicadas inflorescências e que confere uma atmosfera de primavera e frescura a qualquer ambiente em que se encontre. Na linguagem das flores, White Jasmine indica «afeto» e «bondade», enquanto a variedade Madagascar Jasmine é o símbolo por excelência da felicidade conjugal.

Flores do casamento de setembro: La Gerbera: riqueza e alegria ao longo do tempo


A gérbera também é chamada de «Margarida do Transvaal» porque, além de se assemelhar a uma grande margarida, é nativa da região sul-africana de mesmo nome. É uma das mais belas perenes porque as flores têm cores vivas, que passam por quase todos os tons de cor: creme ou branco puro, laranja, amarelo, rosa, lilás, roxo e vermelho. Além disso, esta flor tem um caule muito longo que se presta muito bem à criação de composições florais múltiplas e complexas. Também a Gérbera, na linguagem das flores, tem significados que se coadunam com o início de uma nova vida juntos: a laranja representa alegria, a amarela o luxo, a gerbera rosa indica admiração e a vermelha escura, ao invés, perseverança.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Mira también
Cerrar