Dicas

Cúrcuma

Cúrcuma

É a planta do momento: todos a desejam e todos falam dela, também pelas virtudes benéficas de uma especiaria que se obtém das suas raízes. Estamos falando do açafrão, uma planta nativa das Índias, Austrália e Sul da Ásia, muito popular na jardinagem, mas também pela fitoterapia moderna. As virtudes herbais do açafrão são conhecidas desde os tempos antigos, bem como seus usos culinários. A cúrcuma é amplamente utilizada na culinária indiana, mas também como componente de licores. Devido à sua beleza, esta planta também é cultivada em vasos para decoração de apartamentos. Se as condições permitirem, seus bulbos também podem ser plantados no jardim. A flor cortada pode ser usada para fazer buquês de noiva. Em suma, com açafrão você pode fazer muitas coisas, contanto que você dedique a devida atenção de cultivo a isso. Nos próximos parágrafos, falaremos sobre os métodos e necessidades do cultivo da cúrcuma, mas também sobre suas características e outras curiosidades.

Características


Conforme já mencionado no parágrafo anterior, a cúrcuma é uma planta de origem asiática. Pertencente à família Zinziberacee, o açafrão é um parente próximo do gengibre, embora seus temperos sejam menos picantes do que o último, mas ainda assim benéficos. Existem cerca de oitenta variedades diferentes desta espécie, todas herbáceas, arbustivas, bulbosas e de comportamento perene. A planta tem caule carnudo de 45 a 70 centímetros de altura (dependendo da variedade) e inflorescência espigada, composta por brácteas (folhas deformadas) que contêm as flores. As brácteas são mais verdes na base, enquanto na parte apical adquirem cores diferentes, do amarelo ao rosa, ao branco e ao violeta. As folhas da planta são verdes, carnudas, longas e lanceoladas. O nome botânico do açafrão vem do árabe e do sânscrito. A planta também é conhecida como «açafrão indiano», pela cor da especiaria obtida da raiz em pó, uma cor realmente amarela. Existem muitas variedades de açafrão-da-índia na natureza, mesmo que o simples nome da planta derive, na verdade, de uma variedade específica: curcuma longa. As características e necessidades de cultivo das várias espécies são semelhantes, apenas a altura do caule e a cor das flores mudam.

Variedade


Como de costume, na lista das diferentes variedades de açafrão-da-índia, é necessário colocar antes que não se possa citar todas, também porque, no caso desta planta, costumamos referir-nos às mais conhecidas e cultivadas. variedades. Para completar, podemos mencionar a curcuma longa, cúrcuma alismatfolia, cúrcuma zedoaria, cúrcuma angustifolia, cúrcuma bicolor, curcuma sylvatica, cúrcuma grandifolia, cúrcuma colorida e cúrcuma lanceolada. A Curcuma longa é a variedade mais conhecida e cultivada, daí o simples nome da planta. Nesta variedade as folhas são grandes e muito alongadas; as flores são rosadas e o caule pode atingir a altura de um metro. A cúrcuma alismatifolia tem um caule de setenta centímetros de altura, folhas lanceoladas muito longas, de cor verde claro e flores grandes ligeiramente rosa que o tornam semelhante ao Lótus. A cúrcuma zedoaria é usada na preparação de licores; suas flores são rosa-amareladas. Todas as outras variedades mencionadas acima são distinguidas por algumas pequenas diferenças morfológicas no que diz respeito à cor das flores, a forma e o tamanho das folhas.

Cultivo


A cúrcuma é uma planta nativa de países úmidos e tropicais, ricos em chuva, por assim dizer. Cultivar não é difícil, desde que você conheça muito bem as necessidades culturais dessa planta e suas necessidades, tanto hídricas quanto nutricionais.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Mira también
Cerrar