Dicas

Cuidados com a planta Helichrysum petiolare ou Liquorice

À família Asteraceae pertence o gênero Helichrysum que inclui cerca de 600 espécies de plantas herbáceas e arbustos de todos os continentes, exceto da América do Sul e do Norte. Algumas espécies deste gênero são : Helichrysum petiolare, Helichrysum splendidum, Helichrysum bracteatum, Helichrysum cymosum, Helichrysum orientale, Helichrysum arenarium, Helichrysum italicum, Helichrysum stoechas.

Também é conhecida pelos nomes comuns de planta de alcaçuz, imortal, sempre-verde ou naftalina. Esta espécie é nativa da província do Cabo, na África do Sul.

São arbustos pequenos de altura rasteira que não excedem meio metro de altura. O mais interessante é a sua folhagem formada por folhas mais ou menos arredondadas, cinza prateado (verde variegado em algumas variedades) e textura aveludada. Elas produzem pequenas flores reunidas em grupos que sobressaem da planta mas não têm interesse ornamental e geralmente são eliminadas. Elas florescem no verão.

São plantas muito utilizadas em vasos suspensos ou como cobertura em locais livres de geadas sendo ideais para jardins à beira-mar. Em caso de geadas, elas devem ser mantidas dentro de casa.

A planta de alcaçuz prospera numa exposição a pleno sol e num clima quente onde as temperaturas não descem abaixo dos 2°C.

Eles vivem em qualquer solo bem drenado ao qual algumas folhas de lixo podem ser adicionadas. Se for transplantado, é melhor fazê-lo no início da Primavera.

Água sempre moderadamente até que o solo esteja seco.

Nenhuma assinatura especial é necessária.

É aconselhável ir podar no início da primavera as extremidades dos caules jovens para dar-lhes uma aparência mais compacta e também para remover os caules das flores à medida que emergem.

Estas são plantas resistentes que geralmente não são atacadas por pragas e doenças.

São normalmente multiplicados por cortes no outono ou por divisão do mato na primavera.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.