Dicas

Camélia branca

Informações gerais sobre a camélia branca

Pertencente à família Teacheae, a camélia branca do gênero japonica é um pequeno arbusto, quase sempre particularmente rústico, nativo do continente asiático, em particular da China e do Japão. Esta camélia branca pode atingir a notável altura de 15 metros, tendo um ciclo de vida particularmente longo, até muitos anos. Apresenta folhas verdes escuras e brilhantes, com uma forma característica recortada e alongada, dispostas de forma precisa, de forma a delinear uma folhagem decididamente ordenada. De cor clara, as flores podem ser simples, duplas ou semidobradas e se desenvolvem no período de fevereiro a maio: o principal inimigo da floração é representado pelas geadas.


A facilidade com que se pode cultivar a camélia branca do género japonica reside essencialmente na sua rusticidade quase absoluta, que lhe permite sobreviver mesmo nas mais baixas temperaturas. Na verdade, a camélia é capaz de suportar uma temperatura mínima em torno de -15 ° C, especialmente se a planta for cultivada diretamente no solo. No caso de ser cultivada em vasos, basta cobrir a planta com uma folha de plástico, para protegê-la das geadas que acabariam por danificar raízes, botões e folhas. A camélia branca evita locais muito iluminados, preferindo a condição de sombra parcial, típica da vegetação rasteira em que cresce selvagem. Para permitir o crescimento normal, é altamente recomendável armazená-lo em um local fresco e seco.

Tipo de solo e fertilização de camélia branca


A característica fundamental do solo em que será cultivada a camélia branca é certamente a ligeira acidez, pois os substratos ideais são os de origem vulcânica ou oriundos da vegetação rasteira. Caso decida cultivar diretamente no solo, mas o solo é excessivamente básico e argiloso, deverá proceder-se à escavação de grandes buracos para preencher com o substrato adequado e isolar com grandes potes de betão. Além disso, é importante garantir um excelente escoamento da planta, a fim de evitar a formação de estagnações de água que, de outra forma, danificariam a camélia branca. Alguns anos após o plantio, pode-se proceder com a fertilização, utilizando um fertilizante acidofílico próximo à floração e a cada 15 dias, diluindo-o na água de irrigação.

Camélia branca: método de regar e podar a camélia branca


A camélia branca do gênero japponica necessita de um solo que se mantenha constantemente úmido, mas não excessivamente, pois a estagnação da água acabaria apodrecendo as raízes da planta. Durante o inverno será necessário regar a camélia branca pelo menos uma vez por semana, enquanto no verão será necessário proceder diariamente. Para manter constantes os parâmetros de umidade da planta, pode-se pensar também em nebulizar as folhas, procedendo de manhã ou à noite, principalmente no verão. Será necessário suspender esta prática na época da foliação ou floração. Normalmente a camélia branca não necessita de poda, mas desde os primeiros anos ainda é possível efectuar a operação de poda dos ramos.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Mira también
Cerrar