Dicas

Jasmim no inverno

Jasmim no inverno: características

O jasmim de inverno é um arbusto originário da China e presente há algum tempo também na zona mediterrânica e nas ilhas atlânticas. Diz-se que foi o famoso navegador Vasco da Gama quem introduziu o Jasminum Nudiflorum, que logo se popularizou e se valorizou, a tal ponto que o seu significado na linguagem das flores não é outro senão o amor. Como o nome em latim sugere, esta planta, quando seus galhos ainda estão sem folhas, salta para fora, florescendo e colorindo de amarelo o triste jardim de inverno que hibernava. A postura parcialmente rasteira significa que pode ser considerado como uma cobertura do solo ou, com estruturas de suporte adequadas para apoiá-lo, até mesmo como um escalador. Possui ramos retos, finos, mas rígidos, verdes escuros. As folhas são pequenas, brilhantes e crescem em grupos de três.

Jasmim no inverno: cuidado cultural


Como Jasminum Nudiflorum é uma planta resistente ao frio, podemos plantá-la sem problemas entre o início do outono e o início da primavera em dias de bom tempo, ao contrário das espécies de Jasminum de primavera, que são plantadas a partir de março ao abrigo de uma parede. Quando decidimos plantá-lo no momento certo, cavamos um buraco com o dobro do tamanho do vaso. No fundo da cova colocamos cascalho ou, em todo o caso, material drenante: evitando assim o apodrecimento das raízes. Feito isso, cobrimos e regamos. O jasmim de inverno requer rega regular, especialmente em solos que secam rapidamente. Portanto, como teme a seca, em áreas áridas ou onde não chove há muito tempo, é necessário intervir com regas abundantes.

Jasmim no inverno: exposição, parasitas e fertilização


O jasmim de inverno tolera todas as exposições, de pleno sol à sombra, porém, se o expormos ao sol, ele florescerá mais abundantemente. Em vez disso, devemos ter mais cuidado com o vento do que com o sol, que pode prejudicar a floração. No entanto, como o sol da manhã é muito fraco, recomendamos expô-lo ao sul ou oeste, se possível. Os parasitas que mais freqüentemente atacam este jasmim são pulgões e cochonilhas. Os primeiros se prendem aos ápices vegetativos, enquanto os últimos aos ramos e folhas. Para o solo, Jasminum Nudiflorum não tem necessidades particulares sendo um gênero de fácil adaptabilidade. Tudo o que é necessário é que seu meio de cultivo esteja bem drenado. No início do outono, colocaremos fertilizante orgânico na base da planta.

Jasmim de inverno: jasmim de inverno: poda e multiplicação


O Jasmim forma um belo arbusto denso e compacto, tanto que é mesmo utilizado em alguns locais como barreira acústica nas ruas (aliás, é resistente ao smog). Naturalmente, os ramos internos, sem luz, ficarão nus com o tempo. Para isso, após a floração, é preciso podar drasticamente a planta, para termos ramos sempre vivos. Em plantas muito jovens, no entanto, é melhor ficar um pouco mais leve. Também removemos madeira velha ou danificada pelo gelo. Se quisermos multiplicá-lo, é possível empregar diferentes técnicas. No final do verão ou início do outono podem ser utilizadas as sementes (em local abrigado) ou implementa-se o rebento, enterrando ramos longos e elásticos e separando-os da planta-mãe quando tiverem enraizado bem no ano seguinte.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.