Dicas

Cultivo de hortelã

A planta da hortelã

Planta aromática, de forte odor característico, a hortelã pode ser encontrada em todas as estações do ano. Conhecida desde a antiguidade, foi usada pelos egípcios e romanos como uma verdadeira planta medicinal. O ingrediente ativo desta planta é o mentol e é usado em muitas preparações culinárias, fitoterápicas e medicinais. A hortelã é um descongestionante do trato respiratório superior. Com menta e seu extrato, são feitos dentifrícios, enxaguatórios bucais, balas, licores, mas também perfumes e cosméticos. Ela cresce na Europa, Ásia e África e sua difusão é massiva. Existem muitas variedades, embora a mais utilizada seja provavelmente a hortelã-pimenta, que com suas raízes rizomatosas tende a se estender e se multiplicar no solo. Ela floresce do verão ao outono, com pequenas flores rosas, brancas ou roxas.

O cultivo da hortelã


A hortelã é uma planta simples de crescer. Seja na maconha ou no chão, não tem muitas pretensões; ele se contenta com uma posição em sombra parcial, não desprezando as posições em pleno sol. Para o cultivo da hortelã em vasos, basta obter um recipiente com solo universal bem drenado. A multiplicação mais simples é aquela por divisão dos tufos, caso contrário pode ser reproduzido a partir da semente, basta um pequeno tufo, separado da planta-mãe no outono ou na primavera, para ter a planta que logo se estenderá no vaso para preenchê-lo. O mesmo pode ser dito para o cultivo de hortelã na horta. A planta da hortelã é perene e resiste bem ao frio do inverno; as folhas são de um lindo verde escuro e a floração que se inicia no verão é formada por pequenas flores reunidas em espigas. A hortelã é mais perfumada logo antes de as flores desabrocharem. A planta da hortelã pode ser atacada por fungos parasitas que causam manchas escuras nas folhas. Aos primeiros sintomas é melhor eliminar todas as partes.

Usamos hortelã


Muitas vezes, a hortelã é cultivada apenas para fins decorativos, mas, como vimos, pode ser usada para muitos fins. A hortelã fresca do jardim é útil na cozinha para temperar pratos de peixe, risotos, saladas e vegetais, como a abobrinha. No entanto, esta planta aromática é frequentemente usada para a preparação de chás de ervas refrescantes e curativos. A infusão de hortelã é expectorante e digestiva e melhora a fermentação intestinal. O chá de menta, recomendado para beber ao longo do dia, mas não à noite porque pode perturbar o sono, é preparado com duas colheres de chá de folhas secas para cada chávena. Da mesma forma, pode-se preparar um enxaguatório que refresque o hálito e desinfete a cavidade oral. As folhas de hortelã desidratadas, junto com o suco ou a casca de limão, dão vida a um excelente bebida de verão, fresca e reidratante. Um uso diferente das folhas frescas, prático quando você tem plantas de hortelã à disposição, é esfregá-las nas mãos para eliminar os odores desagradáveis.

Cultivo de hortelã: curiosidades sobre a hortelã


O cultivo da hortelã na horta é adequado para preencher facilmente espaços vazios ou bordaduras, justamente pela característica desta planta se expandir gradativamente, tanto que é quase considerada uma erva daninha. A hortelã é adequada para o cultivo em áreas ventosas, onde outras plantas dariam problemas, pois não tem medo do vento e é estável. Uma característica interessante da hortelã é que ela funciona eficazmente contra o enjôo (ou enjoo do mar). Basta preparar algumas infusões para beber nos dias que antecedem a viagem, ou mesmo preparar a infusão para levar e tomar um gole aos primeiros sintomas. Cultivar ervas aromáticas é sempre muito útil, mas no caso da menta, seu cultivo permite que você tenha sempre à disposição folhinhas que também podem ser mastigadas frescas, tanto para perfumar os

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.