Dicas

amor-perfeito

AMOR-PERFEITO

Diz a lenda que a flecha de Cupido caiu em um amor-perfeito, então dar uma é um sinal de grande amor.

É uma planta minúscula que, no entanto, lembra grandes sentimentos, diz-se que os cavaleiros da Távola Redonda consultaram as violetas para saber o seu destino. O amor-perfeito também é a chave crucial em «Sonho de uma noite de verão», de Shakespeare.

É conhecido por vários nomes como «conforto do coração» por suas características terapêuticas, ou «sogra e nora» pelas cores das pétalas que contrastam fortemente e é também o símbolo da Trindade. pelas três cores diferentes que possui. O nome científico, no entanto, é Viola tricolor ou Viola Hibryda.

Está associada à habilidade mais importante que o homem possui, que é pensar precisamente porque possui traços estéticos particulares que consistem em conter em uma única flor tão diferentes e tão contrastantes cores. Na verdade, nesta flor a principal característica é a cor por não ter perfume, as pétalas têm cores muito vivas e as combinações são vastas, muito surpreendentes e agradáveis ​​aos olhos.

A viola tricolor é um híbrido perene e de curta duração, pois é cultivado anualmente ou, no máximo, bienal. Vem da Europa e da Turquia, na Itália é cultivada para fins ornamentais, na verdade é usada tanto em jardins para fazer canteiros como em orlas ou plantada em vasos como ornamento para terraços.

O amor-perfeito é uma herbácea perene e tem flores grandes com cores vastas que vão do branco ao preto, as pétalas são cinco, viradas para cima e o centro da flor é amarelo ou escuro. As quatro pétalas superiores são eretas, a quinta é mais baixa e é a agulha com uma extensão cheia de néctar. No fundo do copo estão os frutos alongados, quando maduros no interior abrem três válvulas com sementes castanhas no interior.

As folhas são verde-escuras, pedunculadas e a sua forma pode ser lanceolada ou arredondada. A altura desta flor é entre 10 e 20 cm.

EXPOSIÇÃO E SOLO


Se a viola tricolor for enterrada no outono, florescerá sempre no outono e na primavera seguinte, portanto é aconselhável mantê-la posicionada em local de pleno sol, para que nos dias frios de inverno a planta possa ser alcançada ao máximo. quanto possível pelos raios solares.

Se, por outro lado, for plantada na primavera, é mais adequado colocá-la à meia sombra, pois os raios de sol nos dias quentes de verão podem queimar facilmente a planta. É altamente recomendável não mantê-lo totalmente à sombra, pois sem os raios de sol as flores serão raras.

Não temem nem frio nem calor, pelo que podem ser conservados ao ar livre ou em jardins durante todas as estações do ano; aliás, as baixas temperaturas facilitam a abundante germinação de sementes e flores. Porém, habituado a um clima temperado e mediterrâneo, teme as geadas invernais.

Um solo macio, leve, fértil e bem drenado é necessário, portanto, para favorecer este último aspecto é importante misturar areia e turfa com a terra. Em geral, quer seja plantado no solo ou em vasos, o substrato deve ser rico em matéria orgânica, portanto também pode ser integrado com solo universal equilibrado.

SEMEADURA E MANUTENÇÃO


O amor-perfeito costuma se reproduzir por semente, então para semeá-lo é preciso preparar um recipiente com solo balanceado, turfa e areia misturados e é importante manter a umidade. Em seguida, o substrato é reduzido e as sementes são espalhadas e imediatamente cobertas com uma camada de areia. Os semensai devem ser mantidos no escuro e fresco para favorecer sua germinação, a partir daqui, posteriormente, as sementes germinarão e se transformarão em mudas roxas.

As mudas devem ser plantadas quando tiverem criado pelo menos dois pares de folhas, na primavera ou no outono. A planta deve ser retirada do recipiente e limpa do excesso de solo, sem danificar as raízes, em seguida, cavar um buraco no solo do vaso para onde queremos transferi-la, ou diretamente no solo, e deve ter o dobro da profundidade de as raízes. A planta é colocada, coberta com terra e compactada com as mãos, depois é regada em abundância.

Os recipientes de terracota são os mais adequados para o plantio do amor-perfeito, pois permitem a passagem do ar.

Também pode ser semeada a céu aberto, mas a germinação não é garantida.

O amor-perfeito precisa constantemente de água e, portanto, seu solo deve estar sempre úmido, mas não muito encharcado. Na primavera e no verão devem ser regados com água à temperatura ambiente duas ou três vezes por semana, no inverno também pode diminuir a frequência.

A técnica certa é regar com frequência, deixando o substrato do solo secar entre uma rega e outra.

Finalmente, para uma floração abundante, é aconselhável usar um bom fertilizante para plantas com flores ou um fertilizante granulado de liberação lenta que deve ser misturado ao solo a cada vinte e cinco dias. Um fertilizante líquido para adicionar à água de irrigação também pode ser adequado.

PODA, FLORESCÊNCIA E DOENÇAS


Não é necessária grande poda, basta retirar as folhas e flores secas com uma tesoura afiada para que a planta não seja danificada. A tesoura deve ser limpa com cuidado para evitar infecções.

Cortar as partes secas será muito útil para prolongar a floração.

Repetimos que o amor-perfeito floresce no início da primavera e continua até o verão. A variedade de violetas é claramente visível pela variedade de cores das flores, sendo as mais comuns o amarelo, o roxo, o azul ou multicolor.

Eles podem contrair doenças fúngicas devido à umidade excessiva, e produtos fungicidas serão necessários para que a doença desapareça; não exceda na rega evitará este tipo de problema.

A viola tricolor também pode ser atacada por cochonilhas ou pulgões, por isso é aconselhável lavar bem a planta e usar um inseticida específico. Eles também temem caramujos, moscas-brancas, ácaros e pequenas larvas que cavam túneis dentro das folhas. No entanto, eles são bastante resistentes a esses ataques. Uma possível precaução para evitar tudo isso seria usar fertilizantes pobres em nitrogênio para evitar a estagnação da água.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Mira también
Cerrar